terça-feira, 15 de julho de 2014

Atenção Cursistas !!!


Pedimos atenção para as datas abaixo:
  • 16 de Julho: Encontro Presencial Inicial;
  • 16 de Julho à 24/agosto: Acompanhamento aos cursistas;
  • 24 de agosto: Encontro Final com apresentação dos Projetos e Auto-avaliação;
  • 25 de agosto: Fechamento do Sistema e de todas as atividades, fóruns, projetos e notas.
Os encontros presenciais acontecerão das 18h 30min  às 22h, no Núcleo de Tecnologia Municipal, situado à Rua Tenente Djalma Dutra, 1.180 (antiga Clínica da Mulher).
No caso de dúvidas ou problemas na inscrição, entrar em contato com Carla ou Fabíola pelos telefones: 3282-4491/3282-5317.


                                      ESPERAMOS TODOS VOCÊS  !!!

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Atençãoo!


Ainda temos vagas para o próximo módulo do PDDE e Competências Básicas:

Aproveitem e façam a suas inscrições, prorrogadas até dia 09/07/2014 ou até acabarem as vagas.

Faça suas inscrições aqui


terça-feira, 24 de junho de 2014

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA NOVOS MÓDULOS DOS DIAS 24/06/2014 à 06/07/2014: 

Estão abertas as inscrições para o Formação pela Escola nos módulos:

PDDE - Dinheiro Direto na Escola

PNATE - Programa Nacional do Transporte Escolar

COMPETÊNCIAS BÁSICAS.

As Inscrições vão até o dia 06/07/2014...
Não deixe de fazer sua inscrição.



Faça sua inscrição AQUI

Dúvidas pelo telefone: 3282 - 4491 e 3282 - 5317

terça-feira, 17 de junho de 2014

Atenção Cursistas PNAE, PLI, PDDE.

 Datas para o Encontro Final:

 Olá todos os cursistas, estamos muito felizes com a realização das atividades, está bonito de ver. !!!!

Seguem algumas orientações:

1. Ampliamos os dias de finalização e apresentação dos Projetos para dias 24 e 25 de Junho;( no mesmo horário e no mesmo local); 

Dividimos dia 24/06  para PDDE e PNAE. 
e dia 25/06  para o PLI,  Caso hajam trios ou duplas em mais de um curso é só combinarem-se entre si e escolher um destes dias para apresentação. Mesmo assim nestes dias estamos no plantão.


Bom Estudo à todos:
Carla Agulham e Fabiola Del Mouro

 

 

Confiram!!!  Entrevista com  CRISTINA MAIA DE ALMEIDA RIBEIRO

 

Função: CHEFE DA DIVISÃO DE MERENDA ESCOLAR da Secretaria Municipal de Educação de São José dos Pinhais.

Sobre o PNAE em São José dos Pinhais.


1.Como se dá a aplicação das verbas do PNAE sendo que o município contrata terceirizada para o lanche escolar?

Resposta:
AS VERBAS REPASSADAS PELO FNDE – PNAE SÃO DESTINADAS EXCLUSIVAMENTE PARA A COMPRA DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS.
A AQUISIÇÃO DE QUALQUER ITEM OU SERVIÇO, COM EXCEÇÃO DOS GÊNEROS ALIMENTÍCIOS, DEVERÁ ESTAR DESVINCULADA DO PROCESSO DE COMPRA DO PNAE (Conforme Resolução Nº 26 de 17 de Junho de 2013 – Art. 18 – Parágrafo único). AS EMPRESAS TERCEIRIZADAS NÃO SÃO PAGAS COM RECURSO DO PNAE.

2. Como se dá o cumprimento no que se refere os 30% para a Agricultura Familiar?

Resposta:
É FEITO ATRAVÉS DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA O CREDENCIAMENTO DE PESSOAS FÍSICAS OU COOPERATIVAS INSCRITAS NO PROGRAMA NACIONAL DE AGRICULTURA FAMILIAR, PARA FORNECIMENTO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS.
NOSSO MUNICÍPIO CONTA ATUALMENTE COM 07 (SETE) COOPERATIVAS CREDENCIADAS.
1)      COAPROCOR – Cooperativa Agroindustrial de Produtores de Corumbataí do Sul e Região
2)      COOPAFI – Cooperativa da Agricultura Familiar Integrada de Capanema
3)      COANA – Cooperativa de Comercialização e Reforma Agrária Avante Ltda
4)      COOPESCADOSUL – Cooperativa Agroindustrial de Agricultores e Aquicultores Familiares da Região Sul
5)      COOCASTEL – Cooperativa dos Agricultores Familiares da Colônia Castelhanos
6)      COOPER – Cooperativa dos Produtores de Leite de São José dos Pinhais
7)      COPA&SOL – Cooperativa de Processamento Alimentar e Agricultura Solidária de São José dos Pinhais
3. O que é licitado com as verbas do PNAE em nosso Município?
AS COOPERATIVAS CREDENCIADAS DA AGRICULTURA FAMILIAR FORNECEM: POLPA DE FRUTAS CONGELADAS, FRUTAS, VERDURAS, LEGUMES, FOLHOSOS, ARROZ, FEIJÃO, FILÉ DE TILÁPIA, BEBIDA LÁCTEA, LEITE TIPO C, ETC, ETC...
RECENTEMENTE TAMBÉM O MUNICÍPIO FEZ LICITAÇÃO PARA GÊNEROS ALIMENTÍCIOS PERECÍVEIS: CARNE DE FRANGO, CARNE DE BOI, CARNE SUÍNA, AÇÚCAR, CAFÉ, ETC...

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Reportagem Revista Gestão Escolar sobre como Escolher bem os Livros Didáticos:

Veja só esta reportagem da Revista Gestão Escolar sobre como Escolher bem os Livros Didáticos.

Como escolher bem os livros didáticos

Conheça alguns critérios para promover uma seleção consciente das obras que serão usadas nas séries iniciais do Ensino Fundamental

Faça uma boa escolha. Foto: Stockbyte/Getty Images
A cada três anos, as escolas da rede pública brasileira passam pelo mesmo ritual: a seleção das publicações que vão complementar os estudos dos alunos e ajudar o professor a ensinar. Esse processo faz parte do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) e é organizado por segmento. Em 2012, serão selecionadas as coleções para os anos iniciais do Ensino Fundamental que estarão em uso em 2013, 2014 e 2015.

Mas o que deveria ser um momento formativo e propiciar uma análise criteriosa das obras nem sempre recebe a devida importância. Não raro, elas ficam expostas na biblioteca, no corredor ou mesmo no refeitório, enquanto os professores definem as que querem usar em sala de aula. Dessa forma, corre-se o risco de escolher uma coleção cuja proposta pouco ou nada tem a ver com as expectativas de aprendizagem da comunidade atendida pela escola.

"O ideal é promover uma discussão aprofundada para que a seleção seja feita de forma democrática e apoiada nas concepções definidas no projeto político-pedagógico (PPP) e no Plano de Educação da rede", afirma Miriam Orensztejn, formadora da Comunidade Educativa Cedac, de São Paulo.

Parece que isso vem ocorrendo: enquete feita no site e nas páginas das redes sociais de GESTÃO ESCOLAR e NOVA ESCOLA mostra que 56% dos professores tomam as decisões com os coordenadores e eles avaliam, antes de tudo, se as coleções das quais gostaram estão alinhadas às demandas dos alunos e dos docentes. Os dados foram colhidos no dia 30 de janeiro.

"Para isso, é importante que a equipe gestora tenha clareza de seu papel em todo o processo", ressalta Suzana Mesquita Moreira, coordenadora pedagógica da Escola Projeto Vida, em São Paulo. Diretor e coordenador pedagógico podem fazer uma pré-seleção dos livros antes de disponibilizá-lo ao corpo docente. "É interessante verificar se os exemplares usados nos anos anteriores atingiram os objetivos", afirma Marta Durante, diretora pedagógica da Escola Santi, em São Paulo (leia outros critérios na próxima página). Também é válido conhecer o ponto de vista dos alunos e perceber se eles se envolveram com as propostas. Um instrumento fundamental para apoiar essa avaliação é o Guia de Livro Didático, publicação distribuída pelo Ministério de Educação (MEC), que traz uma série de dicas e sugestões para ajudar os docentes na seleção.

Na EMEF Faruk Salmen, em Parauapebas, a 645 quilômetros de Belém, o diretor e o coordenador se reúnem com a equipe docente durante dois dias, após o horário de aula, para escolher os livros. Professores mais experientes formam grupos com os novatos. Juntos, eles definem um item do currículo para analisar como ele é trabalhado pelas diferentes coleções, verificando a proposta temática, os conteúdos e as habilidades e competências que o material ajuda a desenvolver. Após o debate, a decisão final é tomada coletivamente. A diretora, Edna Mesquita, diz que participa de todo o processo, procurando deixar clara a sua opinião: "Fico atenta principalmente para verificar se a seleção condiz com a nossa proposta pedagógica. Caso isso não aconteça, meu dever é alertar a todos".

Para que essa experiência sirva de base para futuras decisões, os debates devem ser registrados e acrescentados ao PPP.


Como escolher bem os livros didáticos

Conheça alguns critérios para promover uma seleção consciente das obras que serão usadas nas séries iniciais do Ensino Fundamental


Confira as dicas para a equipe decidir com segurança:

Coerência com o PPP
Os conteúdos selecionados e a forma como estão distribuídos e organizados ao longo das unidades têm de ser compatíveis com os objetivos de aprendizagem para cada série e disciplina previstos no PPP.

Encadeamento ao longo de um ciclo
A sequência com que os temas são apresentados em toda uma coleção tem de seguir a progressão de aprendizagem planejada pela escola, evitando assim o risco de repetição ou exclusão de algum tema.

Conteúdos ajustados ao nível dos alunos
O livro deve dialogar com o estudante. A linguagem, o vocabulário e a construção das frases acessíveis e compatíveis com a série em questão e as atividades claras ajudam o aluno a entender o conteúdo.

Estratégias didáticas adequadas
A maneira como os temas são trabalhados também precisa estar de acordo com o PPP. Em um experimento de Ciências, por exemplo, é interessante observar se os estudantes são estimulados a formular hipóteses ou ele é usado apenas para demonstrar um conceito.

Valorização da autonomia do aluno
Exercícios repetitivos ou de memorização não são indicados, pois levam a criança a ser um ator passivo na aprendizagem. Por isso, o melhor é selecionar edições com atividades que permitam a aplicação do conhecimento a novas situações.

Estímulo à interação com o mundo letrado
Além de trabalhar os conteúdos propostos, é interessante que as obras promovam uma articulação com conhecimentos em outras publicações e mídias, como a televisão, as produções em vídeo e a internet.

Alinhamento do autor ao projeto pedagógico
Conhecer o currículo do autor, sua experiência profissional e suas opiniões ajuda a avaliar a obra.

Livro do professor
É fundamental que as obras escolhidas sejam acompanhadas de manuais que ofereçam uma complementação ao trabalho em sala de aula. Esse material será mais rico se ele trouxer propostas de trabalho interdisciplinar, textos de aprofundamento e atividades adicionais às do livro do aluno.

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Cursistas do PLI

Confiram a ATA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA para a escolha do livro didático de 2015

Leia as informações na íntegra no site do FNDE.
http://www.fnde.gov.br/programas/livro-didatico/livro-didatico-editais/item/4032-pnld-2015


PNLD 2015

Este edital tem por objeto a convocação de editores para o processo de inscrição e avaliação de obras didáticas destinadas a alunos e professores do ensino médio das escolas públicas federais e as que integram as redes de ensino estaduais, municipais e do Distrito Federal, participantes do PNLD, conforme condições e especificações neste edital e seus anexos.